Fundo de Garantia

Começam os pagamentos do FGTS Inativo de maio

A Caixa Econômica abrirá a partir deste sábado 13/05, para atender aos trabalhadores que tem direito ao saque do FGTS Inativo. Cerca de 4,8 milhões de trabalhadores terão direito ao saque do benefício nesta primeira etapa de pagamentos. Os primeiros a receber foram os nascido em janeiro e fevereiro, que já podem retirar seu dinheiro a partir de 10/03.

Nesta terceira etapa de maio, poderão sacar o FGTS Inativo os trabalhadores nascidos em junho, julho e agosto. Os saques podem ser feitos até dia 14 de julho de 2017 para todos os trabalhadores que tem saldo do fundo de garantia inativo.

Os trabalhadores que possuem saldo de contas inativas, poderão procurar a Caixa Econômica para saber se tem realmente direito a sacar o dinheiro do fundo. O expediente extra da Caixa só irá atender assuntos relacionados as contas inativas. As agências ficarão abertas a partir entre 09hs e 15 horas para atendimento aos cidadãos.

Como consultar o saldo

A Caixa possui uma aplicação em site oficial, que permite que trabalhadores que não sabem se possuem saldo do FGTS inativo, consultar o saldo do fundo de garantia online, de forma simples e rápida. Basta efetuar um cadastro utilizando o número do PIS e senha para ter acesso ao extrato de pagamentos.

fgts

Quem poderá sacar o FGTS Inativo

A liberação do dinheiro das contas inativas do FGTS será feita para os trabalhadores que pediram demissão, ou forma demitidos por justa causa até a data de 31 de dezembro de 2015. Ao todo,a mais de 30 milhões de trabalhadores serão beneficiados, com mais de 30 bilhões de reais somados de todas contas inativas.

Calendário de pagamentos do FGTS

Os pagamentos serão feitos com sabe no calendário de saque do Fundo de Garantia. As datas foram divulgadas no último mês, e tem como base o mês de nascimento dos trabalhadores que possuem saldo inativo. Confira abaixo a tabela e saiba a partir de quando poderá sacar seu dinheiro.

Nascidos em Janeiro e Fevereiro

saques a partir de 10/03

Nascidos em Março, Abril e Maio

saques a partir de 10/04

Nascidos em Junho, Julho e Agosto:

saques a partir de 12/05

Nascidos em Setembro, Outubro e Novembro:

saques a partir de 16/06

Nascidos em Dezembro

saques a partir de 14/07

Impostos

Prazo para declarar o Imposto de Renda acaba sexta feira

Os cidadãos brasileiros que ainda não declaram seu IR – Imposto de Renda, terão somente até esta sexta-feira (26/04) para enviar sua declaração ao Fisco. Segundo dados levantados pelo Governo, mais de metade dos contribuintes no Brasil ainda não enviaram o documento com a declaração de renda.

Devem declarar o Imposto de Renda, cerca de 28,3 milhões de contribuintes no país. O prazo para enviar as declarações que começou dia 2 de março, vai até as 23h59 da próxima sexta feira. Quem não enviar dentro do prazo, está sujeito a pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Quem deve declarar

Segundo os dados divulgados pela Receita Federal, devem enviar a declaração do Imposto de Renda, o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2016, ano base para o IR 2017.

A novidade para envio das declarações, está no fato de um único software realizar todo o processo de preenchimento dos dados e da transmissão para o Fisco. O programa para fazer declaração é o o Receitanet), que pode ser baixado gratuitamente no site da própria Receita Federal.

Os contribuintes que optarem por escolher o desconto simplificado na declaração do imposto, não irá sofrer as deduções admitidas na legislação tributária em troca de uma dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitada a R$ 16.754,34.

Restituições do Imposto de Renda

Alguns contribuintes podem ter direito a restituição do valor do imposto de renda. Caso o trabalhador não tenha atingido o valor limite para declaração do imposto, terá direito a restituir o valor que foi pago no ato do envio dos documentos.

A restituição se dá nos casos do valor retido de IR na fonte, quando não há obrigação de declaração. As restituições começarão a ser pagas em 16 de junho e seguem até dezembro, para os contribuintes cujas declarações não caíram em malha fina.